segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Árvore que te quero sempre

Penso que nós, seres humanos, somos mesmo uns eternos insatisfeitos. Falo isso com relação as coisas que cada um possui e o valor que se atribui a elas.
Escutamos muito a expressão "sonho de consumo" e ouvindo pessoas, observo como esse "sonho" pode variar tanto.
A expressão nos leva a crer que o que se sonha é um objeto ou uma realização, ou uma conta bancária gorda. E de fato, de um modo geral, sua representação passa mesmo por esse caminho. Algo que o dinheiro possa comprar. Todos temos esse tipo de sonho...
Mas e quando alguém possui algo tão valioso e não dá o devido valor?? Muito comum entre nós... Há pessoas que o grau de insatisfação é tamanho que desejariam até não ser elas para ser outra pesssoa, mas não vou falar sobre isso. O que estou querendo mesmo é falar de árvore...
Desde muito pequena gosto delas. Quando aprendi a desenhar algo que se pudesse compreender, lá estava no desenho uma árvore!
Elas me encantam por vários motivos... e quando criança, na casa em que eu morava no interior do Paraná haviam muitas árvores. Tinha amoreira, goiabeira,
abacateiro, oliveira, paineira e outras tantas que não me recordo agora, afinal eu tinha apenas 5 anos, mas já vivia empuleirada na amoreira para me deliciar com seus frutinhos doces e suculentos.
Então o amor é antigo e hoje me sinto indignada com o desmatamento desenfreado que ocorre não só no Brasil mas em todo o planeta.
Moramos em um condomínio de casas  cercado por uma área de reserva ambiental e assim podemos observar árvores por todos os lados. Quando foi feita a divisão dos terrenos alguns tiveram o privilégio de já ter uma árvore de brinde, como foi o caso de um vizinho que ganhou um belo abacateiro bastante produtivo.
Um maravilhoso representante da espécie, que eu calculo ter 20 anos de existência. Agora imagine voce que o tal vizinho depois que construiu sua casa, resolveu cortar o abacateiro, deixando apenas o tronco, pois dele caíam muitas folhas e "sujava" o seu pátio de concreto!
Como pode alguém em sã consciência cortar uma árvore de 20 anos por causa de uma calçada de concreto??? O fato muito me entristeceu e fiquei remoendo isto por um bom tempo. Sempre que passava em frente da casa com o abacateiro mutilado sentia um profundo lamento. Pena que ele não estivesse em nosso quintal... tudo seria tão diferente. Mas o poder da natureza é espantoso! Depois de algum tempo os brotos surgiram e senti uma imensa felicidade diante daquelas folhinhas tão miúdas.
Mas minha alegria durou pouco, pois logo que os galhos resurgiram, a pobre árvore foi novamente sacrificada. E assim tem sido já por muito tempo. Ele corta e ela brota. No nosso quintal não havia nenhuma árvore, então plantamos algumas, mas como levam tempo pra crescer... O vizinho tinha e não deu valor. Pior, foi cruel. Decidiu sacrificar a vida de um ser cujo único objetivo é doarAté agora a vida tem triunfado pois ela continua brotando e espero em Deus que assim seja ou então que o vizinho entenda que sua insensibilidade é inútil diante da força da natureza.
Salgueiros em frente de casa...

Paineira (Chorisia speciosa) na entrada do condomínio

Cerejeira no country clube

Ipê Rosa  (Tabebuia heptaphylla) em frente a prefeitura

Fotos: Luiz Malvino ( Marido )

Um belo dia pra voce!
Bjo, :*)

4 comentários:

jeito simples disse...

Oi Norma

Amei a postagem, temos que pensar mais na natureza sim, ela é nosso tesouro!!!
outro dia cortei um pé de flor que estava lindo, de alamana amarela, deixei crecer demais, sujava muito a piscina e quendo fomos podar ficou horrível. Foi um dia antes do aniversario da minha filha, em 13 de dezembro , e agora como já está crescendo...
Agora vou ir podando pra conduzir melhor seu crescimento e logo ver suas lindas flores amarelas...rsrrss

bjus amiga
lindo dia pra vc!!!

jeito simples disse...

OI NORMA

TROQUEI MAS, NÃO FICOU MUITO BEM ENQUADRADO, DEPOIS VOLTO E TE ENSINO COMO SE FAZ, DAÍ VAIS CONSEGUIR EXPERIMENTAR O QUE FICA MELHOR.
A TARDE VOLTO, BJUS

jeito simples disse...

oi Norma
Acabei de mandar o email explicando, mas vi que já fizeste melhor ainda..rsrrs
bjus
ana

Anna Rachel disse...

Olá!!!! O texto é maravilhoso e as imagens... encantadoras.
Magníficos os salgueiros de sua casa, linda a cerejera do Country e quase não reconheci o ipês rosa da prefeitura. Faz tano tempo q não a vejo q tive dificuldades de reconhecer a lateral do prédio. Hssss Realmente está mto linda.
Ai, ai.. minha terrinha!!!
Bjs 1000.