terça-feira, 23 de agosto de 2011

Viagem

Era dezembro de 1982. Muitas confraternizações no trabalho, na faculdade e tudo era motivo de comemorar e também, bebemorar. Euzinha tinha embarcado numa dieta de desintoxicação do corpo e da mente. Uma semana comendo só arroz integral, no café da manha, almoço e janta. Depois, duas semanas comendo só frutas e água. Agora imagine convencer todos que você não vai comer nada de diferente só porque é natal ou ano novo. Bem, fui em frente com meu propósito e chegou o Reveillon...festa, música, comida e bebida. Claro que fui, todos os meus amigos estavam lá e eu nem namorado tinha e podia me divertir a vontade, dançar, dançar e dançar (amo). Djavan era a sensação do momento. Acabava de lançar seu LP Luz ( sim, eu sou do tempo do LP!). E bem no meio da festa eu dançando muuuiiiito ao som de Djavan, Samurai...chegou um cara perto e me disse: " Aí heim..tá muito doida né? já bebeu todas!" E eu inocente como uma criança só na água mineral...Nada como a liberdade de ser, sem artifícios pra te dar coragem de ser feliz.
Vamos dançar?










Quem consegue ficar parado ouvindo essa maravilha?

Bjos, :*)  :*)  :*)

9 comentários:

Mariacininha disse...

Etá tempo bom! Também gosto muito do Djavan, que até faço aniversário no mesmo dia que ele!
Beijos e bons passeios pelo jardim.

✿ chica disse...

Que lindo,heim???E com toda tua sobriedade ainda eras tu quem estava "viajando"...Lindo! beijos,tudo de bom e um dia bem legal!chica

Sílvia Rosa disse...

Também adoro Djavan, dançar muito, cantar... ah coisa boa! e tudo de cara limpa o que é melhor!!!
Quem disse que pra se acabar dançando têm que beber???
Eita gente que não sabe o que é bom...
beijinhos!!!!

Eva disse...

Somos do mesmo tempo então, do LP, amo Djavan, eu também sempre me diverti muito, adoro dançar e não preciso beber para isso e tem gente que não consegue e não entende que não precisa beber, basta ouvir a música e ir no ritmo, não tem como não ser feliz, ô coisa boa, eheh, bjos Norma!

Ilaine disse...

Menina, então temos mais uma coisa em comum... Adoro dançar. Amei o relato, conte mais, tá! Beijo

Anônimo disse...

Que coisa boa voltar ao passado! bons tempos. bjo Lilica

Margarida disse...

Bem, essa última frase tá demais. Pura autenticidade. Lindo!

Daniele disse...

Não sei porque as pessoas sempre acham que para se soltar e ser feliz é preciso encher a cara.
Eu sou mais contida, mais tímida. Mas não admito ter que por uma gota de álcool na boca para ser diferente.
Uma taça de vinhosinho até me cai bem...mas é só!
Beijos!!!

Regina disse...

Como é bom dançar em uma manhã de sábado :)

Adoro dançar também. Danço muito aqui em casa sozinha mesmo. Coloco a música e deixo ela me levar...