segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Querida(o)

Vivemos numa época em que tudo corre o risco de ser banalizado, dado a urgência e a automação que empregamos à vida moderna. Este comportamento pode se tornar uma cilada pois quando algo se torna banal, normalmente perde seu significado, seu real conteúdo, seu real valor. Inclusive o uso de certas palavras. Tive este pensamento a partir de uma palavra que uso muito no dia a dia, mas que infelizmente esta banalizada. Aprendi a usá-la com meu querido e inesquecível irmão Zé. Ele me ensinou quase tudo da vida, só não chegou no tudo porque partiu antes do combinado. Então desde pequena fiquei sabendo que " querida ou querido" é aquele(a) a quem se quer muito, amado. Uma expressão carinhosa que se aplica as pessoas que realmente gostamos e que fazem diferença em nossas vidas. Hoje esta palavra quase perdeu o significado. Eu a vejo sendo usada por muitos indiscriminadamente. Não quero agir assim. Apesar de gostar de escrever, sou de poucas palavras ao falar. Só falo o que sinto, então procuro sempre usar as palavras que irão expressar de maneira correta meus sentimentos. Por conta disso, quero que saibas que quando te chamo de querida(o) estou dizendo que gosto muito de você, de "estar" com você, de brincar com você, de trocar emoções, comentários, fotos, risos, lágrimas e tudo o mais que este espaço me oportuniza. Não o faço por automação. Faço-o de coração.



Bom dia pra nós!

Bjos, :*)  :*)  :*)

8 comentários:

✿ chica disse...

Estás coberta de razão. Há palavras e expressões banalizadas, ditas apenas por dizer.

Mas o que importa é que quem tem um pouco se sensibilidade, é capaz de discernir se VEM ou NÃO do coração,né?

Linda semana, tudo de bom, beijos,chica

Ana Maria disse...

Ohhhh, coisa mais linda amiga...
Vc é muito querida também!!!!!!!!!
que bom ter tantas lindas lembranças e ensinamentos do mano...

bjo no seu coração!

Mariacininha disse...

Ah, eu sei disso! Lindo texto, como sempre.

Beijos

Margarida disse...

És linda!

Angela Bergamaschi disse...

norma , sou de poucas palavras , tanto escritas como faladas, meus sentimentos são expressos de outras maneiras,mas se tivesse que escrever um texto, com ceteza seria esse..adorei , bjos e boa semana...

Jô Bibas disse...

Reflexão necessária. O modo que dizemos certas coisas hoje em dia é superficial e inconsequente. Gostei de conhecer o teu blog.

Sílvia Rosa disse...

Muito apropriado Norminha!
Concordo com você, sem tirar nem pôr.
Beijo grande e abençoada semana!!!

Anna Rachel disse...

Concordo plenamente contigo minha QueridA, pois acredito firmemente q qdo chamo alguém assim estou dizendo... 'Vc é mto importante para mim, faz diferença em minha vida e eu te amo D+.!
Te adoro muito minha QueridíssimA AmigA Norma. ;D
Q Deus nos ilumine e guie sempre.
Bjs nesse coração amado. ;D