segunda-feira, 27 de junho de 2011

Baú da felicidade

Penso que todos nós temos um baú. Pode nem ser literal , mas figurativo eu aposto que sim! E dentro dele estão guardados ou perdidos até, fragmentos importantes de nossa história. E quando resolvermos fuçá-lo, nos colocamos diante das mais diversas lembranças. Quando as encontramos percebemos a magia pela qual elas foram submetidas. Sim, porque tudo que está no passado carrega uma dose considerável de poesia e beleza. Claro que o que foi bom, foi e ponto. Mas mesmo quando nos vem a lembrança de dissabores, me parece que os mesmos passaram por uma espécie de metamorfose, trazendo a tona apenas o que de bom eles carregam. Sim, pois toda experiência tem os dois lados, mesmo quando só conseguimos ver um deles. Ou então pode ser também que essa transformação de sapo para príncipe seja um processo natural que nossos neurônios sabiamente desenvolveram para que possamos extrair apenas o supra sumo de nossas experiências. É certo que tem acontecimentos que devem ser deletados e muitas vezes o são, mas falo aqui de relações afetivas de qualquer espécie e não de fatos isolados. Relações envolve pessoas e tudo que envolve pessoas está carregado de alegria e dor. Mas volto a afirmar que o tempo ou os neurônios fazem um trabalho espetacular. Não sei dizer de você, mas pra mim, é assim que acontece. Sempre que abro meu baú e o reviro, os sorrisos brotam em meu rosto e percebo que depois de meio século de vida, meu saldo é altamente positivo e como sempre, só tenho a agradecer. Sim, eu tenho um baú da felicidade!


Cape of good hope ( South Africa )   Foto: Carolina Marques


Bom dia pra você !!!!

Bjos, :*)  :*)  :*)










10 comentários:

Cores do Caminho (Alice) disse...

Oi Norma querida, concordo contigo, tambem tenho boas lembranças mesmo de alguns momentos dificeis. Ainda nao tenho meio seculo (desejo muito ir bem mais adiante,rsrs se Deus assim permitir, é claro) mas meu bau já tem muitas coisas, boas e outras nem tanto, mas agradeço a Deus por isso. Por aprender e tirar proveito das situaçoes que cada situaçao.
Bjs e otima semana.

Batata Roxa disse...

Oi, Norminha,

Tudo bem?
Tenho muitas recordações no meu Baú. Boas e Más, como todos!
O mais importante como você diz é saber que as coisas não tão boas passaram e nos fortificaram para as que estão por vir.
E mais importante é "Ser Feliz".
Ótima Semana,
Beijinhos
Mônica

✿ chica disse...

Que linda reflexão, Norma! E como é bom poder nos sentir donas desses baús que nos fazem bem, fazem sorrir e emocionam...
Lindo! beijos,tudo de bom,ótima semana!Aqui um frio de doer na alma! chica

Mariacininha disse...

Oi Norma há 5 anos atrás eu fiz um artigo que falava do Baú de recordações de velhas senhoras. Foi um trabalho que fiz no mestrado e foi emocionante. Lembro da filha de uma das minhas entrevistadas, me alertar que a mãe quando abria o baú e contava suas histórias através de um objeto, sempre contava histórias diferentes, aumentava, exagerava nos detalhes etc.É mais ou menos o seu texto, a nossa memoria não é pura ela inclui a fantasia.

Beijos
ADOREI O TEXTO

KINHA disse...

Olá Norma

Realmente temos nossos baús de memorias.
Parabéns, pelo fantástico post.


BJooooooooo.................

http://amigadamoda.blogspot.com

Ilaine disse...

Ah, eu também, amiga! E gosto de abri-lo de vez em quando e então me surpreendo com tantas coisas que já vivi. Estão nele guardados tantos momentos importantes: a amioria felizes e outros ... tristes. Mas sei que faz parte - pois meu baú - assim como o seu- é Baú de Felicidade.

Querida Norma, obrigada pelo carinho sempre. A propósito: você escreve muito, muito bem. Amei o post! Beijo!

Margarida disse...

Concordo com a Ilaine: escreves muito bem. Principalmente porque o fazes com o coração e isso transmite vida. E que bom é viver. Obrigada por todo o apoio!

Anna Rachel disse...

Norma minha AmigA Querida, q texto mais lindo, verdadeiro e profundo.
Q dom maravilhoso vc tem com a escrita!!
Sobre a reflexão q proporcionou, concordo plenamente contigo e avaliando meu baú, percebo, lá no fundo, q mesmo nos erros houve acertos; no sofrimento, muito aprendizado e na tristeza, muitas alegrias.
Obrigada por resgatar meu Baú
Bjs em seu coração querido. ;D

Anna Rachel disse...

Queridona do coração, OBRIGADÍSSIMA pelo carinho e gentileza lá no meu cantinho.
Q o 1o aninho chegue e muitos outros venham para q eu a tenha sempre ao meu lado. Te gosto D+! ;D

Regina disse...

Lindo texto Norma, me fez parar e repensar como vejo meu baú de memórias.
ps.: é bom demais visitar seu cantinho, sabia disso?