quinta-feira, 23 de junho de 2011

Amor maduro



O amor maduro não é menor em intensidade.
Ele é apenas quase silencioso.
Não é menor em extensão.
É mais definido, colorido e poetizado.

Não carece de demonstrações; 
presenteia com a verdade do sentimento.
Não precisa de presenças exigidas; 
amplia-se com as ausências significantes.

O amor maduro somente aceita viver os problemas da felicidade. 
Problemas da felicidade são formas trabalhosas de construir o bem e o prazer. 
Problemas da infelicidade não interessam ao amor maduro.

O amor maduro cresce na verdade e se esconde a cada auto-ilusão.
Basta-se com o todo do pouco.
Não precisa nem quer nada do muito.

Está relacionado com a vida e sua incompletude, por isso 
é pleno em cada ninharia por ele transformada em paraíso.
É feito de compreensão, música e mistério.
É a forma sublime de ser adulto e a forma adulta de ser sublime e criança.

O amor maduro não disputa, não cobra, pouco pergunta, menos quer saber.
Teme, sim. Porém, não faz do temor, argumento. 
Basta-se com a própria existência. 
Alimenta-se do instante presente valorizado e importante
porque redentor de todos os equívocos do passado.

O amor maduro é a regeneração de cada erro. 
Ele é filho da capacidade de crer e continuar.
É o sentimento que se manteve mais forte depois das ameaças.

Na felicidade está o encontro de peles, o ficar com gosto da boca e do cheiro, está a compreensão antecipada, a adivinhação, o presente de valor interior, a emoção vivida em conjunto, os discursos silenciosos da percepção, o prazer de conviver, o equilíbrio de carne e de espírito.

O amor maduro é a valorização do melhor do outro.
Ele vive do que não morreu, mesmo tendo ficado para depois.
Vive do que fermentou, criando dimensões novas para sentimentos antigos, jardins abandonados, cheios de sementes.

Ele não pede, tem. Não reivindica, consegue. Não persegue, recebe. Não exige, dá.
Não pergunta, adivinha. Existe para fazer feliz.
Só teme o que cansa, machuca ou desgasta.

É o sol de outono. 
Nítido mas doce; luminoso sem ofuscar; 
suave mas definido; discreto mas certo.
Um sol que aquece até queimar...



Arthur da Távola



Um ótimo dia pra você!

Bjos, :*)  :*)  :*)

15 comentários:

✿ chica disse...

Esse texto é maravilhoso mas a foto ganha dele.Lindo tudo aqui!

Um lindo feriadão!beijos,chica

Regina disse...

O que posso dizer? Nada, apenas me encantar com as palavras de Arthur da Tavola e sorrir ao ver a foto de voces dois.
Um otimo final de semana pra voces.

Ana disse...

Belo texto, bela foto!
Beijinhos.

Ilaine disse...

Norma, querida! Que texto mais lindo. " O amor maduro não disputa, não cobra... " Palavras... como safiras!

E, para complementar, uma imagem doce de duas pessoas muito queridas. Amigos que têm amor para dar, que contemplam o outro e o recebem de braços abertos. Maravilhoso vê-los, assim... felizes e harmoniosos. Abraço forte!

Angela Bergamaschi disse...

TUDO LINDO, O TEXTO, A FOTO, O LUGAR...VCS FORMAM UM LINDO CASAL..BJOS E BOM FERIADO

Margarida disse...

Tão bonito! O texto, e vocês, que vivem o texto. Que bom!

Zi disse...

A imagem de vcs dois revela a mais bela interpretação desse texto!bjs Zí

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Depois de ler um texto tão lindo, tão intenso e me emocionar...uma foto tão linda que diz e confirma tudo o que li...me arrepiou o braço todo...fica uma homenagem para ele, que deve ter lido e se emocionado também...
Que as forças do Universo embalem vocês em um grande e transparente redoma de luz, fazendo com que voces vivam esse amor verdadeiro eternamente...
De todo meu coração...
bjs com carinho...

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Ele passa uma luz muito boa, serena...assim como voce...
bjs...

Ana Maria ( Jeito de Casa ) disse...

oi Norma

Que lindo, tanta verdade!!!!
que Deus continue abençoando o amor de vcs!!!!!!!
bjus no seu coração amiga!!!

Daniele disse...

Que lindo, amiga!
Que Deus abençoe e proteja essa linda união para sempre.
Beijoooooo!!!

Cores do Caminho (Alice) disse...

Oi Norma querida, belo e emocionantemente lindoooo.
Parabens e Deus os abençoe sempre.

Anna Rachel disse...

QueridA AmigA, quanta verdade nesta poesia incrível.
Melhor q a poesia... só esse casal amado, lindo e apaixonado ao fim!!
Realmente o amor maduro está na luz q emana do olhar de vcs.
Coontinuem SEMPRE assim SEMPRE!!!!
Bjs e muitos abraços nesses 2 corações tão queridos e amados. ;D

LUIZ MALVINO disse...

Foi preciso ler este lindo texto do Arthur para saber que o meu amor é maduro.
Que bom estar ciente disso...

zana dias disse...

Que as bençãos de Deus continuem a inundar o vosso amor!