quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Sintonia

"Lembro-me de ti
Neste instante absoluto,
A vida conduzida por um fio de música.
Intenso e delicado, ele vai se fechando num casulo
Onde tudo será permitido.


Se é só isso que podemos ter,
Que seja forte. Que seja único.
Tão intimo quanto ouvirmos a mesma melodia,
tendo o mesmo - esplêndido - pensamento."


Lya Luft



8 comentários:

remall disse...

tem certos dizeres que traduzem a verdade de nossa alma, de nossas vidas, de nossos amores mais íntimos.
é como se o autor pudesse viver a nossa vida , ou quem sabe a gente é que está entranhada na vida do autor.
adoro !ela é demais.

Tina disse...

"Para estar junto não é preciso estar perto, mas do lado de dentro"

jeito simples disse...

Amo vocês! Por razões diversas e sobretudo por falarem a mesma língua.
Obrigada minhas queridas.
;*)

Ilaine disse...

Momento único. Inteiro, absoluto.
A sintonia em toda sua magnitude.
Amor gêmeo.

Minha querida, o poema é belíssimo: é a voz do teu coração. Estou aqui ouvindo!

Beijo

Margarida disse...

Palavras tão bonitas. Do poema e dos comentários. Estou emocionada com a vossa riqueza. E, egoísta, sinto-me enriquecida. Mas obrigada por isso. O amor, nas suas mais variadas formas, cabe aqui neste espaço. Lindo!

✿ chica disse...

Lindas palavras e momento! um beijo,tudo de bom,chica

LUIZ MALVINO disse...

Há uma sintonia entre vidas, pensamentos e sentimentos.
E a poesia está e permanecerá em contato constante. Ela retrata, marcando a nossa presença, decifrando-nos.
Ela nos conhece a fundo e nos aceita.
Prossigamos, então!
E brindemos a essa magia...

Myrian disse...

É essa capacidade de ouvir a voz do coração que faz dos poetas seres especiais.Pintam com palavras os nossos sentimentos mais profundos.
Bjs.