quarta-feira, 25 de abril de 2012

Em casa

Em Friburgo há seis dias consecutivos . Estar aqui pra mim é um prazer enorme. É mais que isto , na verdade é um êxtase. Todos os dias estar em contato direto com a natureza e poder desfrutar de pequenos e valiosos momentos de alegria ao observá-la. Árvores por todo lado tão verdes, mas tão verdes e luminosas que brilham radiantes expondo toda a glória de nosso Criador. Os pássaros cantam sem parar desde os primeiros sinais de um novo dia e o ar puro que nos penetra dá vontade de cantar também. Diante do silêncio da noite eu me curvo agradecida, por poder desfrutar dessas maravilhas que me rodeiam e, graças a Deus, poder percebê-las e valorizá-las de forma devida. 
O chá que saboreio colhido na hora do pezinho de erva cidreira, do capim limão e o cheiro de vida que fica na cozinha depois de prepará-lo, não tem preço.  Quem valoriza sabe. E saborear na companhia de um bichano amoroso que só deseja a sua presença e uns cafunés. Pitadas de felicidade que na verdade fazem toda a diferença e que renovam a minha alma e me dizem sem palavras que viver feliz é simplesmente saber desfrutar o essencial.





Fotos: Alan Bean

Que possamos todos estar atentos à vida que pulsa
ao nosso redor.

Beijos, ;*)  ;*)  ;*)


OBS: Estou em dívida com as amigas e com saudades de visitar os blogs queridos. Espero ficar em dia quando voltar ao Rio.
;)

14 comentários:

Margarida disse...

Não tenhas pressa. Usufrui de cada segundinho aí. És a mulher mais afortunada do mundo, independentemente de todas as agruras da vida. Ter esse mundo lindo e a sensibilidade para apreciá-lo, é do melhor. Sou feliz por ti.

Anônimo disse...

Norma; que paraíso. Por isso é que voce esta sempre de bem com a vida.Um abraço Maria Rita.

amorartes disse...

Faço minha as tuas palavras,se faz tempo de agradescer e preservar.Um abraço.

✿ chica disse...

Que bom saber que estás aproveitando bem esse paraíso! Adorei as fotos e a da cerca com as flores vermelhinhas, me chamou...beijos,chica

LUIZ MALVINO disse...

Saudades do sítio dos tios Alan e Patrícia.
Simplesmente M A R A V I L H O S O !!!!!
As imagens não me contradizem.
Bjs. Marido

Cheiro de Vanilla disse...

Que lugar gostoso, aproveite bastante...com esta chuvinha.
Bjs....

Mariacininha disse...

Que bom Norma, fico feliz de vê-lá de novo no seu paraíso. Aproveite bastante, está plenitude que você descreve acima só quando voltamos a natureza, aliás onde nunca deveríamos ter nos afastado. Agradeça ao Malvino o comentário lá no meu blog. Não tem nada para agradecer encantadas são as fotos dele. Alias, como te disse, deve ser um duende ou um mago. Você já viu se de noite ele não dorme em uma flor? Brincadeira!

Beijos

Ana Maria ( Jeito de Casa ) disse...

oi Amiga, que maravilha estar de volta ao teu paraíso, ao teu equilíbrio, a tua essência!!!!

bjo enorme!!!

Maria Célia disse...

Norma, como podemos ser felizes com tão pouco. Estas fotos demonstram isso: o caminho no meio do verde, a chuva gostosa molhando a flor e as outras também tão sugestivas. Aconchego da vida.
Chuvinha criadora para sua terra e para o seu coração.

Regina disse...

Estou aqui sem palavras, saboreando essas imagens e sua bela reflexão. Me arrepiei quando com essa postagem.

Sílvia Rosa disse...

Norminha, me transportei para este pedacinho de céu, enquanto lia tuas palavras... que benção poder estar aí, viver aí então?... é meu sonho de consumo. Espero um dia merecer esse presente divino...
Tenha um abençoado final de semana!!!
Beijinhos.

Anna Rachel disse...

Olá minha QueridA e AmadA AmigA.
Como disse a Ana Maria, é maravilhoso saber q vc está na terrinha. Dá para perceber a felicidade de tranquilidade em suas palavras.
Sair dessa correria do RJ e resgatar nossa essência é bem demais.
Saudades de vc e dessa terrinha linda.
Abraços fraternos dessa q te gosta D+! ;D

Márcia Costa. disse...

Que maravilha! vou seguir o blog.

Gratissima disse...

Norma, eu entendo perfeitamente as suas palavras. Embora more em São Paulo, eu realmente me sinto feliz "no mato".
Sempre que posso eu vou prá sitios ou pousadas, onde gosto de respirar lentamente e colocar a atenção em todos os pequenos detalhes desse munto lindo que Deus nos deu.
Um dia hei de morar numa casa com quintal e muito verde... mas por enquanto vou curtindo a minha varanda/horta aqui mesmo (ontem inclusive colhi mais um pimentão com zero de agrotóxico... uma delícia).
beijinhos e que você possa sempre estar aí nesse seu paraíso e curtir muito!
bye
Ro